terça-feira, 26 de julho de 2016

Nervosismo e stress podem causar doenças no estômago



Publicado originalmente pelo site do Jornal da Cidade, em 04/04/2016.

Nervosismo e stress podem causar doenças no estômago
Provavelmente você já passou por momentos de irritação que refletiram diretamente em dores e queimação no estômago.

Por: JornaldaCidade.Net


Provavelmente você já passou por momentos de irritação que refletiram diretamente em dores e queimação no estômago. Mas você já parou para pensar qual a causa disso? Muitas vezes, estes problemas podem estar relacionados a fatores psicossomáticos, como nervosismo, ansiedade e stress.

Mas antes de ir a fundo ao assunto, vamos explicar alguns termos. A palavra psicossomática é de origem grega. É resultado da junção das palavras psique (psico – alma) e soma (corpo). Logo, uma doença psicossomática é aquela que não é exclusivamente corporal, mas tem origem na alma.

O corpo humano possui uma glândula que tem a capacidade de ligação direta com o hipotálamo, no cérebro. Esta glândula é a responsável pela geração dos hormônios que controlam as funções do organismo e, ao perceber as emoções do indivíduo, acaba alterando sua conexão com cérebro e reagindo.

Segundo a psicóloga Joana Chaves, a maior dificuldade para se diagnosticar um problema de doença psicossomática é o fato de que a pessoa não possui consciência de que ela está sendo causada por seus próprios sentimentos. “Por se tratar de algo que envolve o psicológico, o diagnóstico deve ser feito por um psicólogo ou psiquiatra. Portanto, o acompanhamento médico é fundamental para o diagnóstico seguro”, explica.

Problemas com o estômago.

O Trato Gastrointestinal ou canal alimentar possui um sistema nervoso próprio chamado Sistema Entérico. Este, por sua vez, é formado por uma série de células nervosas e neurônios que possuem ligação direta com o sistema nervoso central e o cérebro. Justamente por isso é possível observar que grandes flutuações de humor e emocionais interferem em uma reação do estômago.

O fato de o estômago responder a sensações de nervosismo, ansiedade e stress, pode ocasionar a Gastrite nervosa e deixar o órgão mais suscetível a infecções. Levar uma vida corrida, com um tanto de estresse e ansiedade e mais um tanto de comida pouco saudável ingerida às pressas. Esse estilo de vida, tem forte impacto na saúde, e um dos mais prejudicados é o estômago.

O médico especializado em gastroenterologia, Dr. Wellington Sabino Ribeiro, informa que uma das maneiras mais eficazes de evitar esse problema é identificar e tratar as causas do stress e ansiedade. “Se o indivíduo vem observando uma relação muito intensa entre as suas emoções e o seu estômago e isto está lhe causando problemas, é importante que ele procure o profissional especializado para não gerar problemas mais graves no futuro”, sugere.

Como um estômago nervoso não é uma doença, os sintomas dependem dos fatores que vem causando e até agravando a situação de cada paciente. Os sintomas mais comuns são: diarréia, prisão de ventre, diarréia alternando com prisão de ventre, muco ou sangue nas fezes, dor abdominal crônica, além de outros sintomas como náusea, acidez, inchaço após as refeições, flatulência, refluxo ácido, dentre muitos outros. “Se você vem observando uma relação muito intensa entre as suas emoções e o seu estômago e isto está lhe causando problemas, o ideal é agendar o mais breve uma consulta com um gastroenterologista”, finaliza Dr. Wellington Sabino Ribeiro.

Texto e imagem reproduzidos do site: jornaldacidade.net